sexta-feira, 27 de agosto de 2010

PJ suspeita de existência de consumo de heroína no país

Bissau - A Polícia Judiciaria (PJ) da Guiné-Bissau diz ter suspeitas de que há consumo de heroína no país, sobretudo, nalguns bairros periféricos de Bissau, onde foram apreendidos materiais como seringas e restos dessa droga, noticia hoje (sexta-feira) a LUSA. 

Segundo o director geral adjunto da PJ, Edmundo Mendes, nalguns bairros de Bissau, como Bandim e Zona Sete, grupos de jovens guineenses e estrangeiros estarão a usar vários tipos de drogas, nomeadamente o crack (localmente designado Kiza) e heroína. 

"Os nossos homens apreenderam alguns utensílios, tais como cachimbos e seringas, que podem indiciar que há consumo de heroína no país", declarou o director geral adjunto da PJ guineense quando procedia ao balanço de uma operação levada a cabo pela polícia nalguns bairros de Bissau. 

Até aqui, disse ainda Edmundo Mendes, todos os indícios apontavam para o consumo de drogas como Lyamba e 'Kiza', mas com a última operação de rotina a policia suspeita que há o consumo de heroína no país. 

O responsável da PJ guineense confirmou que, pelas evidências, regista-se um aumento do consumo de estupefacientes na Guiné-Bissau. 

Contactada pela Lusa, fonte da Liga Guineense dos Direitos Humanos, corroborou as suspeitas da PJ, referindo que tudo aponta para o consumo de drogas pesadas na Guiné-Bissau. 

A fonte da Liga aponta o número de jovens que deambulam pelas ruas das principais cidades do país, nomeadamente Bissau, Bafata e Gabu, com sinais de perturbação mental devido ao consumo de drogas. 

Edmundo Mendes revelou também que, na mesma operação, a PJ apreendeu "grande quantidade" de material roubado, como televisores, telemóveis e geradores. A policia acredita que esses materiais são roubados para e são utilizados como moeda de troca na compra de droga pelos toxicodependentes.

Foram igualmente apreendidos utensílios para a falsificação de documentos, sobretudo, certificados de habilitação literária.

Sem comentários:

Publicar um comentário