FORMULÁRIO DE CONTACTO (OPINIÕES)


Opiniao de um Guineense. 
Luis Nancassa eu acho que voce deve ter o minimo de respeito para com o povo da G. Bissau.Lembro_me  muito bem que foram voces(Luis N, Nado Mandinga, Fernando Vaz e outros que darem a cara aT.V. Portuguesa (reporter Africa) dizendo que vao fazer tudo  por tudo para que o Primeiro Ministro (unico eleito pelo povo na historia da G. Bissau) CADOGO nao chegar a cargo do Presidente. Pergunto o que pensam  hoje en dia o estado en que o pais se encontra? Espero a resposta.

eu acho que o PAIGC è o pior partido actualmente na G B por ter  permetido a CDEAO ( Nigeria Senegal Costa M, de estarem a afundar o pais,e a tentar separar dois paises irmao G Bissau Angola, algo que vai ser possivel. Porque que Nigeria, Senegal, Costa M. nao preocupam com os problemas que tem, e andam a meter o bico onde nao devem.

Cumprimentos,
Antonio  Indeque |

-------------------------------------------------------------------------------

O TRIO PRECISA-SE!

O país está muito mal! O país está doente e as suas gentes doentes estão!
O país está de rastos, para os que sabem o que é um país de rastos. Não tem ponta por onde se lhe pegue: Estado falido e refém, instituições fantoches e gente pública desaconselhável.


A maioria da NOSSA POPULAÇÃO vive abaixo do limiar da pobreza.
É um país sem Interior, porque este é uma miragem. E sem ilhas, porque desamparadas à sorte. Sem Escolas Básicas e Hospitais dignos do nome, e com uma Justiça de fazer que faz, sem julgar e sem condenar.


Um país sem rei e nem roque. Sem cidades e muito menos Capital adequada. Sem ordem ou ordenação, sem passeios, sem cidadania, sem luz e sem água, e sem fossas ou medidas salubres. Às escuras estamos na horizontalidade.


Ditam-nos as regras. Pudera! Entregamo-nos há décadas.


Este é o país do Caju. Sem comércio formal respeitável, sem quaisquer indústrias registáveis e incessantemente delapidado nas suas fontes rentáveis.
Eis a NOSSA GUINÉ-BISSAU, fazendo jus ao seu nome, para se circunscrever a Bissau tomada. Sem nada do que é um Estado e muito menos do que seja um país. Porque é o país dos acertos de contas. Do salve-se quem puder e puder esperar e contemporizar para novas afrontas.


Este é também o país do sonho duplo de Cabral para dois países: LIBERDADE, DIGNIDADE, boas Escolas para todos, melhor saúde para todos e melhor esperança de vida. Para se exigir, há mais de 40 anos atrás, o fora com o Estatuto do Indigenato, com o chicote e com o poderio repressivo das populações.


Eis nas NOSSAS MÃOS, guineenses no país e na diáspora, o país criado do VIVA A UNIDADE, VIVA a LUTA e VIVA o PROGRESSO. O país fundado num sonho lindo e promissor de lideranças pragmáticas. O país autoproclamado no ideário da democracia revolucionária, da liberdade, dos direitos humanos, da inclusão social, da igualdade do género, e do bem-estar económico, social e cultural das pessoas.


Eis nas NOSSAS MÃOS, guineenses no país e na diáspora, o país do sonho da África, da União Africana no Projeto de Desenvolvimento da "Agenda pós-2015" e na sua "Agenda 2063". Sabemo-lo.


Eis nas NOSSAS MÃOS, guineenses no país e na diáspora, o país de Amílcar Cabral e da pujança continuada da autodeterminação dos povos africanos.


NESTE NOSSO PAÍS, sabemos sobretudo o que não é, mas também e de sobremaneira o que é, sendo.


NESTA NOSSA TERRA, também sabemos que, a bem ou a mal, sairão NOVAS ELEIÇÕES e que o ADIANTE é lema, não obstante os ventos bravios a rebordo e as peças firmadas a contra rebordo, para que uns tantos sejam tidos e achados.


O para a frente (Nô Pintcha), implica O REGRESSAR, porque iniciado debaixo de um "PÉ DI MANGO" EM 73, reajustando os alicerces do sonhado para os guineenses e para esta dita PÁTRIA AMADA, DE SOL, DE VERDE E DE MAR.


Todavia, para que saibamos e possamos, então, exigir e reclamar a nossa frontaria: A TRIO PRECISA-SE!


Pois, esta NOSSA GUINÉ-BISSAU está entregue a si própria e a alguns filhos prematuros e não reconhecidos, porque alguns impreparados para os desafios e outros impetuosos. Para que esta Guiné Nandô, estremeça e se contorça, muito ansiosa, <<na confuzon na balissa di bás>>, em linha de partida para o SALTO, esperando incontida o tiro da largada e o balançar da bandeira da SAÍDA.


Que salto, em face do conhecido e provado status quo?
Djitu tem cu tem! E, lógico, que o salto do e no TRIO. Porque estamos no séc. XXI e no Mundo inseridos.


O trio na Guiné-Bissau é no hoje e em primeira mão: ESTABILIDADE + RECONCILIAÇÃO + DESENVOLVIMENTO. E, o trio é, em segunda mão, no ainda hoje, GENTE DESTE POVO. Gente nova e da nova geração. Gente idónea, capaz e preparada. Gente consciente, comedida e patriota.


O trio é, nada mais, os NOVOS CHEFES DA NAÇÃO FORJADA NA LUTA. Ou seja, o trio é: Presidente + Parlamento + Governo = Estabilidade + Reconciliação + Desenvolvimento.
QUE PRESIDENTE? O tal e esperado. Idóneo. Patriota. Com Curriculum Vitae. Com carteira de contatos. Com diplomacia. Com humanismo. Com sensibilidade de auscultação das vontades deste povo martirizado. Com vontade da diferença do poder presidencial antecessor. Com subsistência própria. Com espírito promotor da Estabilidade e Reconciliação, e da Unidade da Nação. Com a coragem e a força Suprema de ser o NOSSO CHEFE DA NAÇÃO e de fazer a ponte fundamental entre o poder do legislativo eleito, o poder executivo operante e outros poderes identificados. O que, eleito, possa agarrar o âmago desta Nação no seu todo, e não agarrar-se a si próprio e mentores, levando a Nação a reboque. O TAL DA CAMBANÇA.


QUE PARLAMENTAR? O político ou o alguém. Que, de entre os candidatos a deputado, esteja apto para promover e impulsionar no seio do parlamento a máxima: 


ESTABILIDADE, RECONCILIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO. Esse ou esses, que possam galvanizar outros à órbita desse axioma. Que estejam habilitados, POR MAIS POUCOS QUE SEJAM, a fomentar a recriação das bases constitucionais, jurídico-legais e jurídico-políticas do Estado. Que saibam e entendam a fundamentalidade da reformulação do Estado Guineense e suas instituições. Que conheçam e sejam capaz de fomentar no hemiciclo a base do quadro jurídico da Estabilidade e da Reconciliação, a se concretizar in totum. Que dominem os contornos do poder parlamentar e saibam promover a habilitação dos eleitos, como avalistas do Desenvolvimento desejável e sustentável da Guiné-Bissau.


QUE GOVERNO? O dos capazes e competentes. Da boa governação. Dos REFORMADORES E REAJUSTADORES DO ESTADO paupérrimo e esfumado. Dos executores da Estabilidade, Reconciliação e Desenvolvimento. Dos das provas meritórias e dos propensos a dá-las. Dos da CARA DO VOLTE FACE da política interna e externa. Dos íntegros e responsáveis. Dos justos e humanos. Dos eficazes e perentórios. Dos patriotas e formados para tal. Dos decisores públicos e para o bem público.


O trio é gente com estratégia e com caráter. São PATRIOTAS, são os nossos líderes futuros e pagos para serem os impulsionadores do sonho de Cabral e do seu <<Programa Maior>>.


O trio, de 1973 a 2014, é a Estabilidade, a Reconciliação e o Desenvolvimento. E é A PROVA DOS NOVE DE TODOS NÓS, FILHOS DESTA PÁTRIA. Evidentemente que, todo o guineense, qualquer que seja o seu credo, qualquer que seja a sua escola e capacidade formativa, qualquer que sejam os seus interesses e ímpetos, a ser justo como guineense, a ser justo com esta Nação, a ser patriota e amigo de si próprio, perante o quase meio século de desencantos com o Estado, ALMEJA E APOIA O TRIO. Para se fechar o cerco e dar-se o Salto: Estabilidade, Reconciliação e Desenvolvimento da Guiné-Bissau.


FECHEMOS O CERCO COM O TRIO DE ATAQUE! A GUINÉ-BISSAU, A NOSSA GUINÉ-BISSAU, PEDE DE JOELHOS QUE SEJAMOS CAPAZES DE O FAZER!
Que a trio ganhe a Guiné-Bissau! Ganharemos, todos, O NOSSO PAÍS SONHADO!

Carmelita PiresPresidente do Partido Unido Social Democrata - PUSD




Todos os textos estão publicados  conforme chegam, sem correções ortográficas. 

Cumprimentos,

Arlindo Vazola 

meus amigos e amigas estudantes Guineenses um abroço ao todos coragem, stou ca em Dakar capital senegalaises e eu peço comisao de recenseamento de espalhar aqui em dakar porque ir todos em embaixada ha agentes q morram longe

Cumprimentos,
Alfredo C. B.

Por favor caros jornalistas da Guiné-Bissau, investiguem a denúncia feita no Blog Novas da Guiné-Bissau. Ninguém quer tramar o sr. Camará, só queremos a verdade enão mais que a verdade...! Todos nós sabemos quem introduziu a droga na GB e infelizmente alguns destes altos representantes do Estado Guineenses já não estão vivos...

NINGUÉM QUER TRAMAR BRAIMA CAMARÁ!

A cópia do processo em anexo na denúncia do passado de Braima Camará, resultada investigação da Policia Judiciária do Porto / DIAP desta cidade, por tráfico de estupefaciente (drogas). E como se podem verificar, constam nomes dos agentes envolvidos e outras testemunhas, por isso é uma investigação do Ministério Público português, que resultou num processo interno no âmbito do inquérito nº 12140/93.6 JAPR .
Esta investigação deu lugar a um Processo que entrou na 3ª Varra do Tribunal Criminal de S. João Novo ( no Porto ) onde ficou registado com o nº7636/93 para julgamento.
Comparem o nº deste processo e notam que não tem nada a ver com o processo apresentado num blog pelo sr.  Braima Camará.

Enaquanto decorrem as averiguações, o sr. Camará esteve detido preventivamente, nos calabouços de Custóias / Matosinhos de 14/12793 - 8/11/94, ainda no âmbito do processo acima referido da PJ / DIAP, por tráfico de droga.


Durante o julgamento, como ficou escrito nos autos, um dos có-réus apanhou 9 anos de prisão efectiva! O sr. Camará, só não ficou preso porque fez chantagem com um dos quatro co-réus, em como denunciava a participação de um dos familiares deste na mesma rede de tráfico, se o co-arguido confirmasse perante o tribunal a sua participação na no tráfico indiciado pela PJ / DIAP.

Este  processo deu entrada depois no Tribunal da Relação do Porto em 5/12/1994, de onde seguiu em 5/5/1995 para o Supremo Tribunal.

Apelo a todos os jornalistas guineenses ou estrangeiros e mesmo os interessados neste caso, A BEM DA GUINÉ-BISSAU, que investiguem partindo dos dados dos processos acima referidos, mas também podem começar no Tribunal de Loulé ondem existem processos contra o sr. Camará por tráfico de drogas.

Por uma Guiné-Bissau livre da corrupção e drogas...!

Cumprimentos,
Alvaro Leiva |
TerracCylce e RCRambiental:  aliança estratégica no logística pós-consumo.

A RCRambiental, líder no mercado de logística reversa de produtos não comercializáveis (pré-consumo), tem a satisfação de anunciar aos seus clientes que acaba de adquirir participação na TerraCycle do Brasil, uma subsidiária da TerraCycle Inc., líder mundial em coleta e reciclagem de resíduos pós-consumo de difícil reciclabilidade.



Através dessa parceria, a RCRambiental e a TerraCycle passam a oferecer uma série de soluções para os resíduos de seus clientes. Juntas, as duas empresas serão capazes de garantir a redução de custos através de benefícios fiscais, proteção da marca através de descarte seguro dos bens não comercializáveis, marketing positivo e engajamento do consumidor através de programas de coleta de resíduos pós-consumo. Assim, as duas empresas fornecem uma solução global para o gerenciamento de resíduos, trazendo vantagens sociais, ambientais, econômicas e de marketing, além de uma forte campanha de relações públicas com foco na geração de mídia espontânea. Algo inédito no Brasil, este conjunto de soluções é acessível para qualquer empresa independente de seu porte.

A RCRambiental que atua neste mercado há mais de uma década atendendo todo o Brasil, possui operações em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás. Através do uso de tecnologia de ponta e dos mais modernos sistemas de segurança disponíveis no mercado, a RCR coleta, armazena e descaracteriza produtos não comercializáveis, gerando proteção de marca e garantindo sempre uma destinação final dos resíduos de maneira ambientalmente adequada. Completa sua oferta de serviços assessorando seus clientes no processo de obtenção de benefícios fiscais correlacionados a destruição dos produtos não comercializáveis acompanhados
pela Receita Federal do Brasil.

A TerraCycle Brasil foi fundada em 2009 e está sediada na cidade de São Paulo, de onde gerencia programas de abrangência nacional para coleta e reciclagem de resíduos pós-consumo (incluindo canetas, embalagens de salgadinhos, escovas de dente usadas entre vários outros). Os fabricantes destes produtos trabalham com a TerraCycle para desenvolver e disponibilizar aos seus consumidores programas gratuitos de coleta e reciclagem, permitindo à marca comunicar que seu resíduo até então não-reciclável, passou a contar com um sistema nacional de reciclagem.

Para participar, os consumidores simplesmente descartam os resíduos em caixas separadas de acordo com o tipo de produto e as enviam para a TerraCycle através dos Correios, sem qualquer custo.  Ao receber as remessas a TerraCycle doa, tipicamente R$ 0,02 por embalagem enviada, às escolas e entidades sem fins lucrativos escolhidas pelos próprios participantes do programa. O resíduo coletado é então reutilizado, “upcycled” ou reciclado e transformado em novos produtos e materiais. A TerraCycle também oferece uma série de serviços voltados para a valorização da marca, como campanhas de coleta no varejo (geralmente resultando em espaço em gôndola adicional), esforços significativos de relações públicas, concursos de coleta entre os consumidores e muitas outras ativações de marketing.

Juntas, RCR e TerraCycle agora proporcionam um pacote completo de serviços que permitirá que os atuais clientes da RCR implementem soluções de reciclagem tanto para os resíduos industriais quanto para o pós-consumo. Os fabricantes interessados em obter matéria-prima reciclada produzida a partir de seus resíduos (para a utilização em novos produtos) passam também a contar com esta possibilidade através da colaboração entre RCR e TerraCycle.

Eduardo Gomes Fernandes, CEO da RCRambiental, comenta: “Estou muito honrado em anunciar que a RCRambiental, líder no mercado de logística reversa para produtos não-comercializáveis (pré-consumo), agora pode oferecer aos seus clientes uma solução única e exclusiva de preservação e valorização de marcas, ampliando o escopo de serviços para os produtos pós consumo, (foco da Terracycle). Nosso desafio é integrar as ofertas das 2 empresas de forma a gerar ainda mais retorno para nossos clientes.”

Bruno Massote, General Manager da TerraCycle Brasil, acrescenta:  “Esta é uma parceria muito estratégica para ambas as companhias, que passam agora a complementar e enriquecer o pacote de serviços disponíveis para seus clientes. A oferta conjunta permitirá às marcas alcançarem dois objetivos simultâneos, de um lado a proteção absoluta da marca e do outro o desenvolvimento de ações legítimas que refletem o compromisso da empresa com o meio ambiente. Nossa habilidade em promover o engajamento dos consumidores neste processo, permitirá aos clientes que optarem por apoiar estes programas de reciclagem, receber amplo e positivo reconhecimento do público por este compromisso.”


Cumprimentos,
HARLEY TCHOBA

sobre o asunto incidente do voo de TAP achei eles os responsaveis a se esclareserem o ministerio da justiça.E falar do greve na funsao publica guineense assim deve ser.os nossos pais trabalhao em contra partida reseber os seus salarios.e nos faltao uma semana para quadra festiva.sem o dinheiro nao ha o comer nas festas.

Cumprimentos,
upelu kituk

Nao acredito nesse processo. simplesmente os que estam no poder estam a temerosos, ja que nao sabem faser nada na vida se for por essa via ilegal para chegar ao poder. Por outro lado nao sabem nada  de governar só sabem intimidar para melhor roubar. Se nao aì està o exemplo claro,nao sacomo organizar um recensamento eleitoral,nao contam nem se quer uma caneta para os recenseadore, tudo è doado e querem dinheiro para què ?


Cumprimentos,
EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR
Olá amigos!
Quero colocar a disposição de toda comunidade de língua portuguesa este livros inteligentes que estão sendo distribuídos em 245 nações do mundo em diversos idiomas, trazendo assim a toda comunidade internacional os dois maiores livros do mundo a preço popular, para que todos tenham acesso à cultura e ao desenvolvimento pessoal.
Angola-Brasil-Cabo Verde- Moçambique- Portugal- Timor Leste- São Tomé e Príncipe- Guiné Bissau- Macau- Comunidades indiana de Goa- Galícia.
Estes são os dois maiores livros que mais crescem em todo o mundo!

O LIVRO QUE MAIS CRESCE EM TODO O MUNDO.
  “CHAMAM-ME LENE- ESTOU VIVENDO UM GRANDE AMOR” Autor EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR SANDUCK VILLAS, Disponível em todos os formatos. Um testemunho real de uma pessoa que foi levantada pra vencer diante de tudo e de todos.
Clica neste link que o livro se abrirá para você! Simples. Este livro vai mudar a sua vida.
http://www.bookess.com/read/18471-chamam-me-lene-estou-vivendo-um-grande-amor/


 DETERMINAÇÃO O PENSAMENTO POSITIVO/Autor: EMMANUEL FRANCISCO JUNIOR SANDUCK VILLAS, é uma obra completa, é chamado de o livro do século, por ser um livro inteligente. Este livro traz revelações nunca compreendidas pelo homem, mas agora está revelada. Leia este livro.
http://www.bookess.com/read/18531-determinacao-0-pensamento-positivo/