quarta-feira, 20 de Abril de 2011

60 mil pessoas com água e saneamento

m acordo assinado entre o governo da Guiné-Bissau, a UNICEF e a União Europeia vai possibilitar o abastecimento de água e a construção de saneamento para mais de 60 mil pessoas no sul do país, noticia a agência Lusa.


Ao todo, foram investidos 3,1 milhões de euros no projeto "Facilidade pela Água", que se destina a melhorar a qualidade de vida das populações guineenses.


Ao longo de três anos, serão construídos poços de água e ainda serão realizadas várias ações nos domínios do saneamento do meio e promoção de higiene nas regiões de Quinará e Tombali.


O ministro da Energia e Recursos Naturais da Guiné-Bissau, Higino Cardoso, defendeu que, com este projeto, o governo estará a atender "parte considerável da população menos privilegiada".


O acesso à água potável é ainda tido com um dos principais problemas da Guiné-Bissau, pelo que Geoff Wiffin, representante da UNICEF naquele país africano, considera que o projeto "Facilidade pela Água" irá contribuir para a redução da mortalidade infantil e melhorar a saúde materna, tal como prevêem os Objetivos do Milénio.

Sem comentários:

Enviar um comentário