quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Vagos: “Boa geminação” é apoiar projectos credíveis

Rui Cruz avaliza projecto educativo com Guiné-Bissau e critica antecessores de criarem geminações para “fazer umas viagens de férias”

Um exemplo da “boa geminação” é como Rui Cruz classifica a participação do município de Vagos no projecto educativo com a Guiné-Bissau, “Djunta Mon - Juntar as Mãos”, cujo protocolo foi assinado há dias, em Santa Maria da Feira.
Criticado pelos partidos da oposição e, ainda, por alguns sectores da sociedade vaguense, por ter deixado “cair” as geminações firmadas, o presidente da Câmara de Vagos admitiu, em declarações a este jornal, que a estratégia nunca foi revista.
“Entendi que apenas devia apoiar projectos concretos, que sejam uma mais-valia para um dos geminados”, considerou aquele autarca, fazendo notar que os seus dois antecessores, João Rocha e Carlos Bento, se limitavam a “criar geminações interessantes, para fazer umas viagens de férias”.
Considerando que, neste caso, a Câmara de Vagos está a tratar com uma “entidade credível”, Rui Cruz revelou que o referido projecto “foi notícia dos telejornais”, e já tinha obtido resultados positivos na sua primeira fase.
Recorde-se que o projecto, que está a ser coordenado pela Fundação para a Evangelização e Culturas (FEC), pretende melhorar e intensificar o ensino das ciências integradas, nomeadamente a Matemática, e afirmar a língua portuguesa naquele país, é um dos objectivos do referido projecto.
(Ler artigo completo na edição em papel)

Sem comentários:

Publicar um comentário