quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Faro e Portimão assinam protocolo para afirmar língua portuguesa na Guiné-Bissau


Foto
d.r. Ver Fotos »
Assinatura do protocolo das Câmaras portuguesas para ajuda à Guiné-Bissau

Os municípios de Faro e de Portimão celebraram, no passado dia 22 de Janeiro, um protocolo de cooperação com a Guiné-Bissau, cujo objecto compreende a área da Educação.

O acordo foi formalizado em Santa Maria da Feira, em conjunto com a Fundação Evangelização e Culturas (FEC) e os municípios de Santa Maria da Feira, Vagos, Santarém, Faro e Portimão e tem como primacial intuito a afirmação da língua portuguesa na Guiné-Bissau.

O protocolo conta com uma dotação financeira de 1,1 milhões de euros e cada município irá contribuir com uma percentagem de 5,3% deste total, o que acarreta compromissos na ordem dos 58.500 euros, a conceder em três fases.

O acordo será implementado através do projecto “Djunta Mon- Ensino de qualidade em Português”, que visa aperfeiçoar a qualidade do ensino básico elementar nas escolas alvo, centrando-se nas áreas da língua portuguesa, da matemática, das ciências integradas, das competências pedagógicas e da gestão e administração escolar, e também ampliar a frequência do uso da língua portuguesa no quotidiano guineense.

A Fundação Evangelização e Culturas e os cinco municípios signatários aspiram contribuir para a concretização do segundo objectivo do milénio- Alcançar a Educação Primária Universal- e ainda consolidar os laços de amizade e cooperação com a região sul/leste da Guiné-Bissau.

Sem comentários:

Publicar um comentário