sábado, 22 de agosto de 2015

Comitiva da CEDEAO suspende visita após nomeação de novo primeiro-ministro

A comitiva da África Ocidental, que ia visitar a Guine-Bissau para ajudar a resolver a crise política no país, suspendeu a deslocação depois de o Presidente guineense ter escolhido um novo primeiro-ministro, disse fonte diplomática à Lusa.

"A comitiva foi surpreendida e já não chegou a voar para Bissau", referiu a mesma fonte.

A comitiva era composta por dirigentes da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

A organização, assim como todos os parceiros internacionais da Guiné-Bissau, têm apelado ao diálogo para pôr fim à crise política.

O grupo, que devia ter chegado a Bissau na quinta-feira, incluía a comissária da CEDEAO para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança, Salamatu Hussaini, e ainda Olusegun Obasanjo, antigo presidente da Nigéria, cargo que deixou em 2007.

Ao princípio da tarde do mesmo dia, o Presidente da República da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, nomeou Baciro Djá como primeiro-ministro, ao qual conferiu posse poucas horas depois.

A medida motivou protestos do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) e de organização da sociedade civil guineense, que consideram a decisão de Vaz inconstitucional.




Sem comentários:

Publicar um comentário